Eu Recomendo o Curso Mamãe Sarada Para Quem Deseja Perder Peso Após a Gravidez

Quando uma amiga minha me contou como ela estava se sentindo após a gravidez, eu lembrei exatamente como foram os meus primeiros dias após dar a luz.

Além de todas as novidades e da responsabilidade de cuidar de um bebê, eu não imaginava que fosse passar uma das fases mais complicadas da minha vida.

Foram essas palavras de amiga logo após o nascimento do Lucas: “amiga, estou exausta, não reconheço meu corpo, tudo é difícil, o tempo não passa quando quero que ele passe e voa quando preciso descansar. Não sei mais o que fazer. Estou perdida. Sabia que passaria por uma fase difícil mas não fazia ideia do quanto seria dolorosa. Essa é a palavra. E não é só a dor física do pós-parto não, é a dor emocional de vivenciar tudo isso e não imaginar como dar conta…”

Depois que recebi essa mensagem da minha amiga, meu dia ficou diferente. Pude me colocar no lugar dela por alguns segundos e sentir exatamente o que ela estava sentindo.

Ela depois complementou: “como se não bastassem todas as dificuldades ainda não me vejo com o corpo que eu tinha antes da gravidez. O inchaço está diminuindo mas continuo me achando uma bola e longe de ter os 56 kg que tinha antes da gravidez. Nunca me considerei uma mulher sedentária, mas do que jeito que as coisas andam, não me vejo indo para academia, pilates, crossfit ou qualquer outra atividade que me faça mexer o corpo e me sentir mais pesada do que já estou..”

Ou seja, além da sobrecarga emocional, a questão da perda de peso após a gravidez também é muito forte.

Eu expliquei a minha amiga que com a amamentação as coisas melhorariam. Ela perderia peso “rápido” e poderia facilmente voltar ao peso que tinha antes da gravidez. O problema é que esse retorno de peso é muito pessoal e, ás vezes, genético.

Vou explicar. Dependendo do corpo que você tinha antes da gravidez, fica muito difícil voltar ao mesmo estágio somente com a amamentação.

A flacidez e a perda de tônus muscular não se recuperam sozinha. É preciso fazer alguns exercícios específicos para trabalhar algumas partes do corpo.

Não precisa ser nada muito pesado não. O importante é fazer um pouco de força e recuperar a flexibilidade muscular, bem como tonificar o que antes já estava num patamar legal.

A mulher nesse fase não precisa, e nem deve, se matar de exercícios. Nada de correr na esteira que nem uma louca. Nada de ficar tomando remédio para emagrecer que acelera a frequência cardíaca, ou que enche o organismo de ansiolítico ou, pior, que mexe com o sistema imunológico deixando a mulher ainda mais frágil.

O ideal aqui é penar no seu corpo como um carro potente que precisa de combustível adequado e de qualidade. Primeiramente, um corpo bem nutrido e saudável precisa de um determinado tipo de alimentação.

Ela deve ser o mais natural possível e de melhor qualidade: boas proteínas, boas gorduras e baixo teor de carboidrato. Atenção nesse caso pois sua alimentação interfere na amamentação, então muito cuidado e o mais importante aqui é seguir a orientação médica.

Assim, seguindo uma alimentação balanceada e priorizando o sono em todos os momentos de descanso, o próximo passo é escolher uma rotina de exercícios adequada a sua rotina, possível de ser feita continuamente sem risco de dores musculares que a impeçam de continuar e, principalmente, que seja adequada ao corpo feminino e que trabalhe exatamente as partes do corpo que a mulher tanto precisa após a gravidez.

Foi pensando justamente nesse público feminino que deseja perder peso e recuperar o que pesava antes da gravidez, que a personal trainer Gabriela Cangussú preparou e formatou em meio digital o curso Mamãe Sarada.

A base do curso é bem simples:  são 14 minutos diários de exercício específico, com aumento gradual de dificuldade respeitando o momento pós gravidez da mulher e permitindo que mesmo com pouco tempo de exercício, o corpo da mulher permaneça queimando calorias ao londo do dia enquanto executa as tarefas com o bebê e as de casa.

É totalmente indicado para mães que acabaram de ter seus filhos e estão com bebês pequenos em casa sob seus cuidados bem como mâes que já tiveram filho hã algum tempo mas que por algum motivo ainda não conseguiram retornar ao peso que tinham antes da gravidez.

Caso queiram conhecer um pouco melhor o curso, entrem nesse site e assistam o vídeo da Gabriela, onde ela explica a metodologia do curso.